Como fazer queijo de castanha de caju

O queijo ralado é um alimento muito saboroso e que dá muito sabor a diferentes preparações, mas se você tem o colesterol e os triglicerídeos altos o seu consumo é restrito e, mais ainda, se você tem pressão alta. Por isso, para substituí-lo na sua dieta se brindaré uma receita de queijo ralado à base de castanhas de caju sem colesterol e rico em ácidos omega 3, omega 6 e omega 9. Não perca como fazê-lo.

640px-Castanha_de_Caju

Os queijos em geral, são ricos em gorduras saturadas e colesterol, por isso encontram-se restritos se você sofre de colesterol ou triglicéridos elevados, mas, por sorte, você pode substituí-lo com uma receita vegana à base de castanhas de caju, baixa em gorduras saturadas e rica em omega 3, omega 6 e omega 9.


Este queijo vegetariano é ideal para incluir em saladas, sopas ou temperar diferentes tipos de massas ou arroz. Por isso, se o seu colesterol e/ou triglicéridos estão nas nuvens, não perca esta receita.


O queijo ralado vegano traz:



  • Lipídios: Ácidos ômega 9, ácidos ómega 6 e ácidos ômega 3.

  • Minerais: Magnésio, potássio, cálcio, ferro, selénio e fósforo.

  • Vitaminas: Vitaminas do complexo B e vitamina E.

  • Fibra.

  • Proteínas.

Como agem cada um desses nutrientes sobre o colesterol e/ou triglicérides elevados?


Os ácidos ómega 3, ácidos gordos ómega 6 e ómega 9 , ajudam a reduzir essas gorduras no sangue. Por outro lado, minerais e vitaminas como o magnésio, selênio, vitaminas do complexo B e vitamina E reduz a ação dos radicais livres e melhorando a combustão das gorduras.


Por último, o queijo vegano traz fibra que ajuda a eliminar o excesso de gorduras consumidas através de alimentos.


Como você pode ler, este queijo vegano não só substitui o queijo ralado de origem animal, mas que traz propriedades para baixar o colesterol e os triglicéridos altos.


640px-Castanha_de_Caju


Como fazer queijo ralado de castanhas de caju?


Ingredientes



  • 1/2 xícara de castanhas de caju (caju).

  • 1 colher de chá de cúrcuma

  • 1 pitada de sal marinho.

  • Pimenta e colorau a gosto.

Preparação


Adiciona cada um dos ingredientes em um moedor de café ou liquidificador e procésalos.


Como você pode ver apenas um passo você pode obter um queijo ralado ideal para dar sabor às suas refeições baixas em colesterol e gorduras saturadas.


Vamos lá vá em frente e prepare este saboroso queijo vegano! Você vai ver como dá um sabor especial às suas refeições, sem somar gorduras ruins ao alimento e, ajudando-o a reduzir o colesterol e triglicérides no sangue.

Abobrinha | Zucchinis | Propriedades de abobrinha

A abóbora é uma hortaliça pertencente à família das cucurbitáceas ou abóboras e cujo fruto se utiliza de alimentos. A origem do abobrinha vem da Ásia e o aspecto da planta de abobrinha é exuberante. A abobrinha era consumido por egípcios e, posteriormente, por gregos e romanos, sendo os árabes, os que estenderam o cultivo no mediterrâneo, sendo consumida esta verdura de forma habitual na Idade média.


Características do abobrinha


Entre as características que podemos destacar do abobrinha é a sua forma alongada, de forma semelhante ao pepino, mas também pode ser esférica, sendo o seu tamanho ideal, de 14 centímetros, chegando a atingir os 40 cm. O peso do abobrinha ronda os 200 ou 300 gramas e a sua cor de pele é variável, podendo ser amarela, verde ou preto. Em pouco tempo, as abobrinhas podem se tornar abóboras longas, mas na prática se distinguem em abobrinhas e abóboras.


Além disso, os frutos mais abundantes da abobrinha são de cor verde, podendo existir amarelos ou brancos. A carne do abobrinha sempre será branca e o sabor amargo se neutraliza com um leve toque doce e suave.


Informação nutricional de Abobrinha

1 porção (124 g)Calorías21 kcalGrasas0.40 gProteínas1.50 gCarbohidratos3.86 gAzúcar3.10 gFibra1.2 gColesterol– mg* de Acordo com a base de dados de nutrientes do USDA.Ver perfil nutricional completo gostaria de colocar essa guia em seu site?Copiar e colar o seguinte código HTML no seu website

Propriedades do Abobrinha


Cucurbita pepo


Benefícios do Abobrinha

As abobrinhas são uma combinação perfeita para vegetais fortes, sendo uma fonte de vitaminas A e C, potássio e niacina. Sua composição baseia-se em um 95% de água ao ser recolhidos muito frágeis e não tem nenhum tipo de aporte calórico.

Além disso, a abobrinha contém grande quantidade de minerais, cálcio e oligoelementos. Por tudo isso, esta hortaliça é ideal para fazer dietas de emagrecimento e eliminação de líquidos do corpo.

a Abobrinha tem propriedades:Antioxidante

Disponibilidade de Abobrinha

Embora a abobrinha é um legume que se pode encontrar grande parte do ano, a temporada, que é a do verão. As abobrinhas mais saborosos serão coletados entre julho e setembro. Dica: Para selecionar a abobrinha será melhor reunir os mais pequenos, sendo os mais tenros. Se devem escolher as abobrinhas com a pele macia e fina, sem que apresentem cortes ou arranhões. As extremidades dos caules devem permanecer intactos.Principais nutrientes do Abobrinha:NiacinaPotasioVitamina AVitamina C

Índice glicêmico do Abobrinha

IG 15

Receitas com Abobrinha


Você pode usar a Abóbora como ingrediente para as seguintes receitas:


Sucos de Abobrinha

Para a elaboração de sucos com abobrinha será aconselhável escolher pequenos e duros limpiándolos bem e deixando a extremidade da flor da pele e a flor. Uma tigela de suco serão cerca de 300 g de abobrinha.

Batidos de Abobrinha

Se estiver a utilizar abobrinha em seus smoothies deverá picarlos antes de colocá-los a batedeira.

Jantar cereais engorda…ou será que não? Comer cereais por noite

Se quiser perder peso, não tome cereais à noite. Esta afirmação rotunda, mil vezes repetida, é muito simples e não muito certa. As calorias que cada alimento traz são imutáveis, não variam de acordo com o momento do dia ou da noite em que o ingieras e além disso, a forma em que o organismo assimila os diferentes nutrientes depende das características e do metabolismo de cada pessoa.


Sempre é recomendável é não tomar estes alimentos proibidos em jantares, jantar leve, e fazê-lo pelo menos duas horas antes de dormir. Está comprovado que uma refeição copiosa, antes do sono, costuma-se traduzir em digestões pesadas e um pior descanso. O que não está tão claro é que os cereais devem ser excluídos dessa ceia frugal.

margouillat photo || Shutterstock

margouillat photo || Shutterstock


A má fama dos carboidratos “noturnos”


A principal razão para “supostamente” ter que descartar os cereais da noite (incluindo o pão, o macarrão ou o arroz) é o seu alto teor em hidratos de carbono. Os cereais são, sem dúvida, uma das principais fontes de hidratos de carbono de que o nosso organismo obtém a energia que você precisa para desenvolver suas funções vitais. Por isso, ninguém põe em dúvida os benefícios que os cereais contribuem para o café da manhã. À noite, a nossa actividade desce, mas o nosso corpo continua consumindo energia por isso, suprimir radicalmente a ingestão de hidratos de carbono não tem muito sentido.


É o equilíbrio da sua dieta, o que tem de determinar se deve ou não tomar cereais no jantar. Se durante o dia, não temos ingeridos a energia suficiente para que o nosso organismo demanda, uma tigela de cereais integrais (inteiros, com grão) pode ser perfeitamente parte de um jantar saudável. O só matemática! Para manter um peso correto, as calorias ingeridas devem ser iguais às consumidas (independentemente de quando as tomadas).

Ramon Antinolo || Shutterstock

Ramon Antinolo || Shutterstock


Prós e contras de jantar cereais





  • É importante lembrar que os cereais contêm carboidratos complexos de lenta absorção, pelo que não há que tomá-los, necessariamente, quando se vai realizar uma atividade física intensa (os açúcares não passam diretamente para o sangue, mas, sim, que se acumulam como glicogênio para ter essa energia disponível quando o órgão o exija).


  • Não há motivo para que uma pessoa que não tenha excesso de peso deve suprimi-los à noite (sempre cereais integrais e em quantidades moderadas). Em contrapartida, é certo que, em casos de obesidade é preferível optar por outros alimentos (vegetais, peixes, carnes brancas…) baixos em hidratos (o corpo já tem suficiente energia acumulada).


  • Ponto a favor dos cereais é também o seu baixo teor em lípidos. As gorduras que trazem são escassas (apenas 2% – 4%) e saúde (insaturadas). Diante da possibilidade de jantar uma rica fritura de peixe, massa ou uma tigela de 50 – 60 gramas de aveia, espelta ou arroz, não há dúvida de que a segunda opção é mais aconselhável. Aqui estão algumas idéias de refeições rápidas e saudáveis se é o seu caso.

Tigela de cereais com leite



  • Se não existem problemas digestivos, fibras, solúvel e insolúvel, que contêm os grãos inteiros (com farelo) pode se tornar um excelente aliado para ajudar a depurar o organismo, durante as horas de sono, melhorando, além disso, problemas de prisão de ventre.

Como acontece com qualquer outro alimento, decidir se é aconselhável ou não tomar cereais no jantar depende de fatores diversos. O estado físico geral (obesidade, ou, pelo contrário, falta de nutrientes), o consumo de energia gerado durante toda a jornada de trabalho (atividade física e mental mais ou menos intensa), o metabolismo basal de cada indivíduo (a energia que o nosso organismo necessita para manter suas funções vitais também durante o sono)… Não é fácil. Há que ter em conta todas essas variáveis antes de definir um plano nutricional saudável, que pode incluir ou alertar os autores, a ingestão de cereais da noite.

Conhece a melhor maneira de perder peso sem colocar em risco a sua saúde. Com este livro você aprenderá a avaliar e identificar qual é o seu peso corporal ideal e ajudá-la a definir um plano de ação para obtê-lo através de hábitos alimentares saudáveis que ajudarão você a manter seu peso ideal ao longo do tempo. Inclui um menu semanal detalhado e saborosas receitas que você pode fazer facilmente em casa.